Wednesday, April 11, 2012

Tudo é som

Aos que não sabem: música é quase minha religião. O "quase" se deve ao fato de eu não conseguir estabelecer critérios e processos devocionais sequer para esse aspecto da minha vivência.

A música também tem "uma pegada" religiosa para mim quando paro para filosofar sobre o "Om", indo para o "om mani padme hum", passando pelo "A Arte e a Bíblia", que a Erica me emprestou há alguns dias, e o "The World Is Sound: Nada Brahma: Music and the Landscape of Consciousness", que o Juca já me indicou um milhão de vezes, e sobre essa coisa toda. Tudo está em alguma frequência e indo para algum lugar, enfim.

E então eu entro no Gizmodo e vejo a chamada "Este senhor redescobriu a felicidade ao ouvir músicas da sua época em um iPod", que eu humildemente renomearia cortando as últimas três palavras (dane-se o iParelho). Na matéria, o seguinte vídeo (um pouco longo, pule para 2min15seg se preferir):

 
Old Man In Nursing Home Reacts To Hearing Music From His Era 

E muita coisa faz sentido a partir daí.
"Jai guru deva, Om."